Menu

Deputado Jeová Campos diz que fica com governador e que lamenta crise no PSB. Foto

O deputado estadual Jeová Campos disse que está ao lado do governador João Azevêdo no rompimento entre ele e o ex-gestor Ricardo Coutinho. Ele respondeu nesta segunda-feira (2) em entrevista ao Arapuan Verdade, da TV Arapuan, que também declara isso em nome de Buba Germano. “Essas políticas públicas (do Governo de João Azevêdo) nos contemplam. Essa é minha leitura, mas não é a posição do partido (PSB).”

Jeová disse que o ‘racha’ no PSB foi um processo que andou rápido demais e apontou que grandes nomes do partido aprofundaram a crise. “Essa conjuntura, na minha percepção, ela andou rápido demais. Foi precoce esse processo, de pouco debate, de pouca aproximação e atores com muita força política tiveram papel de aprofundar o ‘esgarçamento’ das relações.”

O deputado alertou que o PSB ganhou a eleição para governador no primeiro turno em 2018 e não deveria ter deixado acontecer essa divisão. “Gostaria muito que não estivesse acontecendo nada disso. Um partido que ganhou as eleições no primeiro turno não poderia se dar o direito de dividir a sua base e nossa base política não queria e nem quer essa divisão.”

Ele falou das dificuldades enfrentadas pelo governo de João Azevêdo. “João assumiu o governo esperando governar com aquela ‘calmaria’ que Ricardo governou nos últimos quatro anos: uma maioria sólida na Assembleia, que continua tendo, sob o comando de Adriano (Galdino). João não esperava encontrar essas dificuldades externas que interferem também no Governo, a exemplo de uma (Operação) Calvário. Essas dificuldades atrapalham porque só o que haverá de curar é o tempo e João está governando dentro dessa conjuntura.”

CLICK CZ

Deixe seu comentário