Menu

Volume atual do açude da Capivara em Uiraúna é de 1,09% enquanto no Açude de Boqueirão de Piranhas está com 16, 92% de sua capacidade; dados da AESA. Leia

O município de Uiraúna e os demais vizinhos da região do Vale do Rio do Peixe têm passado por uma forte crise na questão da falta d’água. Também com a elevação da temperatura, ocorrida nesses últimos dias, o consumo de água aumentou bastante.

Segundo dados atualizados da AESA, os principais açudes e barragens dessa região estão com baixos volumes. Alguns deles, que abastecem grande número de habitantes, estão secando.

Mas o município de Uiraúna é um caso à parte. Por aqui a água ainda está chegando nas torneiras, fornecida pela Cagepa, porém a cada dia que se passa, com maior dificuldade, devido a escassez.

Segundo fontes da Cagepa local, a empresa está fazendo o possível para manter funcionando o abastecimento em Uiraúna. No entanto, no ritmo que vai, segundo a informação, a água que resta só dá pra ser fornecida até o final de dezembro. É provável que depois disso já não tenha mais como retirar água de Capivara, já que até lá deverá restar apenas lama.

SITUAÇÃO DOS AÇUDE NA REGIÃO

Capivara – o volume da barragem foi medido pela última vez nesse domingo dia 10 de novembro. Pelos números coletados a barragem tem hoje 409.667 metro cúbicos, equivalentes a 1,09% de sua capacidade total (37 milhões de m3).

Arrojado – o açude esta praticamente seco. Hoje tem apenas 2.320 metros cúbicos, ou 0,06% do total.

Lagoa do Arroz, que fica entre São João do Rio do Peixe e Cajazeiras, está hoje com 11% do seu volume total. Esse número equivale a 8,7 milhões de metros cúbicos. É um volume considerado pequeno para abastecer parte de Cajazeiras, São João do Rio do Peixe e ainda outras pequenas cidades. Além de Uiraúna, futuramente.

Uma solução para atender Uiraúna seria a conclusão da adutora que vai trazer água de Lagoa do Arroz para Capivara. A obra está sendo tocada, porém não se tem uma previsão de quando será concluída e entrará em funcionamento.

Deixe seu comentário