Menu

Vereadores presos na Operação “Natal Luz” passam por audiência de custódia e responderão ao processo em liberdade. Foto

A juíza Maria dos Remédios, da 2ª Vara Mista da Comarca de Santa Rita, decidiu em audiência de custódia, na noite dessa quarta-feira (6), que os onze vereadores presos na Operação ‘Natal Luz’responderão ao processo em liberdade.

A magistrada determinou a apreensão de todos os computadores da Câmara de Santa Rita e proibiu os parlamentares de participarem de seminários, congressos e receberem pagamento de diárias.

Os vereadores são suspeitos de participarem de um congresso fake promovido pela Câmara Municipal, em Gramado, no Rio Grande do Sul, para fazer turismo com familiares. Todos os custos envolvendo passagens e diárias foram custeados com dinheiro público.

A Operação foi desencadeada na madrugada de terça-feira (5) pelo Gaeco, do Ministério Público da Paraíba, Departamento de Repressão ao Crime Organizado (Draco), Delegacias de Combate à Corrupção (Deccor), Polícia Civil de Sergipe e Ministério Público do Rio Grande do Sul. Os parlamentares ficaram detidos na Central de Polícia em João Pessoa.

MaisPB

Deixe seu comentário