Menu

Muita emoção e lágrimas no último adeus ao vereador Ronaldo Cunha assassinado em São José de Piranhas. Foto

O corpo do vereador Ronaldo Cunha, de 40 anos, que também era policial militar da reserva, foi sepultado na manhã deste domingo, dia 15 de setembro, no cemitério da cidade de São José de Piranhas, sob honras militares. O corpo dele foi velado durante a tarde de ontem e noite na residência do pai dele, no Sítio Saguim.

O caixão com o corpo de Ronaldo foi levado em cortejo para a Igreja Matriz, onde foi celebrada uma missa de corpo presente acompanhada por uma multidão de pessoas. A prefeitura mandou colocar tendas do lado de fora para acomodar as pessoas que não couberam na igreja.

O prefeito Chico Mendes, acompanhado do presidente da Câmara Municipal Celso Gonçalves e todos os colegas vereadores acompanhou a cerimônia de despedida. O gestor piranhense destacou a trajetória de Ronaldo como cidadão e como parlamentar preocupado com as causa públicas.

Logo depois da missa, o cortejo seguiu até o cemitério público da cidade acompanhado por familiares, amigos, colegas políticos e vereadores de várias cidades, militares e uma multidão de pessoas. Os policiais homenagearam Ronaldo Cunha com três salvas de tiros. O corpo foi enterrado no cemitério local por volta das 10h40 da manhã.

O vereador Ronaldo Cunha faleceu na noite da sexta-feira (13). Segundo a polícia, dois indivíduos roubaram uma motocicleta e empreenderam fuga, vindo a atropelar uma pessoa. No impacto, os suspeitos caíram da motocicleta e o vereador Ronaldo Cunha, que é policial militar da reserva e presenciou o fato, tentou socorrer a vítima atropelada e deter os suspeitos, entretanto, os infratores efetuaram disparos de arma de fogo atingindo o vereador no tórax, e em seguida, fugiram em direção ao município de Cajazeiras, sendo pegos pela Polícia Militar cerca de 30 minutos depois.

A morte do vereador chocou a população da cidade de São José de Piranhas. Nas redes sociais, há muita comoção por parte de toda a sociedade.

CLICK CZ com  Dida Gonçalves

Deixe seu comentário