Menu

Prefeitos da AMASP firmam pacto para ajudar salvar o hospital do câncer em João Pessoa. Entenda

Perto da falência por falta de recursos financeiros, para tratar pacientes com câncer, o hospital Napoleão Laureano de João Pessoa passa por problemas e corre risco de parar suas atividades na área da saúde. Conhecido como a referência no tratamento do câncer, no estado da Paraíba, o hospital precisa de ajuda para não fechar suas portas e deixar centenas de pacientes à beira da morte.

Para tentar segurara a ‘barra,’ a  direção do hospital pediu ao prefeito, José Aldemir (PP), que unisse os prefeitos da região do Alto Piranhas no intuito de ajudar financeiramente à casa de saúde. Aldemir fez um apelo ao presidente da Associação dos Municípios do Alto Sertão Paraibano, Roberto Bayma, o qual reuniu na tarde desta segunda feita  todos os prefeitos da entidade  [alguns foram representados], aonde juntos ajustaram um acordo para ajudar a instituição filantrópica.

Ficou acertado que cada uma das 15 Prefeituras vão doar um valor financeiro para contribuir com o hospital. A quantia com  que cada prefeitura vai arcar será proporcional à população do município, mas que o resultado final, de todas juntas, seja o valor de R$ 20 mil por mês.

O hospital está há três meses sem  medicamentos para realização de  quimioterapia e alguns pacientes já morreram. Um dos casos foi um  paciente da cidade de Bom Jesus que  morreu.  Ele  estava internado na unidade filantrópica e teve que ir para casa por falta de condições para seu tratamento, mas faleceu.
Redação com Alex Gonçalves 

Deixe seu comentário