Menu

Botafogo vence Campinense e deixa Atlético CZ livre pra ser o primeiro do Grupo B. Leia

O Botafogo-PB é, novamente, o líder geral do Campeonato Paraibano. O Belo venceu o Campinense por 1 a 0 na noite desta quarta-feira, no Almeidão, no fechamento da nona rodada da competição estadual. Teve lei do ex, com Willian Goiano marcando o único gol da partida.

Teve Wagner Coradin defendendo cobrança de pênalti de Marcos Aurélio. E teve um jogo muito bem disputado, com os dois times se alternando no domínio das ações. No fim, a partida entre equipes já classificadas terminou mesmo com a vitória do Belo.

 

PRIMEIRO TEMPO

O Botafogo-PB começou melhor a partida. E conseguiu o gol muito cedo. Logo aos seis minutos, Marcos Aurélio cobrou falta na área do Campinense, e o zagueiro Willian Goiano apareceu no primeiro pau para cabecear para as redes e marcar contra seu ex-clube. O Alvinegro da Estrela Vermelha insistiu muito em chutes do seu camisa 10 e dominou a primeira metade do primeiro tempo. Mas aí a Raposa acordou. Romeu forçou Saulo a fazer grande defesa. Vitor Maranhão também assustou. Mas a rede não balançou mais, e os times desceram para os vestiários com os botafoguenses em vantagem.

SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa no Almeidão começou morna. Mas esquentou logo aos 12 minutos, quando o árbitro marcou pênalti para o Botafogo-PB após jogada confusa na área do Campinense. Marcos Aurélio foi para a cobrança aos 13 minutos e parou na grande defesa de Coradin, que caiu certo para evitar que o Belo ampliasse a vantagem no placar. E a Raposa empolgou. Foi melhor na maior parte do segundo tempo, indo para cima e pecando um pouco no arremate final. Paulo Renê ainda teve a chance pelo lado do Belo, que seguiu insistindo muito com Marcos Aurélio. Como o Rubro-Negro não foi tão eficiente nas finalizações, mesmo tendo mais volume de jogo no fim, a partida acabou mesmo com a vitória do Alvinegro por 1 a 0.

  OS TIMES

BOTAFOGO-PB: Saulo, Israel, Donato, Willian Goiano e Charles (Rodolfo Mol); Rogério, Wellington, Marcos Vinicius e Marcos Aurélio; Dico (Paulo Renê) e Adalgiso Pitbull (Júnior). Téc.: Evaristo Piza.

.

CAMPINENSE: Wagner Coradin, Neilson, Jean, Richardson e João Victor; Cléber (Chaveirinho), Romeu, Vitor Maranhão e João Paulo; Gustavo (Xabala) e Alex Mineiro (Afonso Júnior). Téc.: Francisco Diá.

  BORDERÔ

Público: 7.396 | Renda: R$ 108.080 (informações divulgadas pela FPF)

  QUAL É A SITUAÇÃO?

O Botafogo-PB já entrou em campo classificado e com a primeira colocação do Grupo A garantida. Agora, com a vitória, chegou aos 21 pontos e reassumiu a liderança geral da competição, condição que, se for mantida, vai render a vantagem de decidir em casa numa eventual classificação para a final. Por outro lado, o Campinense, também já classificado, permaneceu com 17 pontos e não recuperou a liderança do Grupo B. A Raposa segue dois pontos abaixo do Atlético-PB, que vai ser seu adversário na semifinal.

 

 

Deixe seu comentário