Menu

Operação desarticula quadrilha interestadual suspeita de roubo de cargas na Paraíba e mais três estados. Leia

Operação conjunta entre as Polícia Rodoviária Federal e Polícias Civis do Rio Grande do Norte, Paraíba e Goiás, desarticulou, na manha desta terça-feira (19), uma organização criminosa interestadual especializada em roubo de cargas. As prisões ocorreram no município de Mamanguape, BR 101, após investigações envolvendo policiais de vários Estados.

A organização criminosa desarticulada hoje possuía movimentação financeira milionária e responde por crimes como sequestro, roubo de carga, receptação, falsificação de documentos, homicídio e lavagem de dinheiro.

Foram presos nesta manhã cinco homens e aprendida uma arma de fogo calibre .40mm pertencente a Força Nacional de Segurança Pública e um equipamento eletrônico de bloquear sinal de rastreador de veículos conhecido como “Jammer”. A quadrilha presa atuava nos Estados da Paraíba, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Goiás, tendo causado prejuízos de milhões de reais. Apenas em Goiás estima-se que os prejuízos chegam a mais de 2 milhões de reais em cargas roubadas.

Os criminosos rendiam os motoristas de caminhões com o uso de armas de fogo e muita violência. Para dificultar a localização dos caminhões e evitar que os veículos tivessem os sistemas de monitoramento e bloqueio acionados, a organização criminosa utilizava equipamentos eletrônicos para bloquear o sinal de caminhões com rastreadores.  As cargas mais roubadas eram de bebidas e pneus. Parte da quadrilha é fugitiva do sistema prisional de Goiás.

Uma parte da organização criminosa foi presa no último dia 9 de março pela PRF na Unidade Operacional de Mata Redonda, quando dois homens foram detidos com uma carreta roubada em Canguaretama/RN avaliada em mais de 250 mil reais. Um dos presos na ocasião era foragido do sistema prisional de Goiás e acusado de sequestrar o gerente de um banco naquele Estado.

Os detidos foram encaminhados para a Delegacia Especializada em Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas – DEPROV da Polícia Civil do Rio Grande do Norte.

Deixe seu comentário