Menu

PEGANDO FOGO: “COLUNA FAISQUEIRA” Jornal Gazeta do Alto Piranhas desta sexta-feira (22)

Conspiração?

 

A quem interessaria a queda de Cristóvão Pinheiro da secretaria de saúde do município de Cajazeiras? Depois que houve uma divulgação de que teria pedido demissão, de imediato veio o desmentido. Esta noticia teria qual origem? Por quê? São indagações que a muitos interessam as respostas.

 

Perigo a vista

 

O Promotor de Justiça de Cajazeiras, Irineu Evangelista, declarou que tem um posto de gasolina em Cajazeiras que é uma verdadeira “bomba atômica esperando um doido apertar o botão”. E agora Dr.? Agora é gritar mais alto antes que a cobra pique, ou vão silenciar?

 

Estranho

 

O vereador Eriberto Maciel, líder do governo na Câmara Municipal de Cajazeiras, achou “estranho” que o Assessor Jurídico da Casa de Otacílio Jurema “tenha posição político partidária” e a teria demonstrado numa rede social. Eriberto defende a posição que enquanto Assessor ele deveria no mínimo ficar isento, não só no ambiente interno, quanto externo à Câmara.

 

Parto doloroso

 

O governo de João Azevedo quer em sua mesa tudo bem esmiuçado e muito definido, para não lhe dá dor de cabeça, na hora de partilhar o bolo das nomeações dos cargos comissionados das repartições do estado, em Cajazeiras. Para isto, várias reuniões foram realizadas para chegar a um consenso entre o que é de Jeová Campos e o que é de Júnior Araújo. Novos tempos. Com Ricardo a batida do bombo era outra. Por outro lado, só tinha Jeová que ficava com todo o bolo e a Estela Bezerra a área da saúde.

 

Não ficou de fora

 

A deputada estadual Estela Bezerra, por ter tirado quase mil votos em Cajazeiras, não ficou de fora na distribuição dos cargos comissionados, tendo inclusive já sido nomeados todos os “afilhados”. As coisas vão se arrumando mais rápido do que se imagina. Vale lembrar que no tempo de Maranhão a briga entre os deputados retardou em quase um ano as nomeações dos diretores das repartições.

 

Insatisfações

 

Como não poderia deixar de ser, com as exonerações dos cargos em comissão, têm deixado um enorme rastro de queixas e insatisfações. A partilha dos cargos entre Jeová Campos e Júnior Araújo, cada um defendendo o seu “pirão”, no balanço final, vai causar um prejuízo enorme no eleitorado de João Azevedo.

 

Rindo a toa

 

O prefeito Zé Aldemir estaria de braços abertos para receber no seu “ninho” todos os exonerados dos cargos de confiança que estão ficando insatisfeitos com o desfecho da partilha do bolo dos cargos comissionados em Cajazeiras, principalmente os que votaram em Jeová e agora perderam as direções para dar lugar aos indicados por Júnior Araújo.

 

Frentes parlamentares

 

Os deputados Jeová Campos e Paula Francinete, no primeiro dia de trabalho, já propuseram duas frentes parlamentares: a das Águas/Agricultura Familar e da Saúde. Foi nesta linha de proposituras que Jeová Campos foi eleito, anos consecutivos, como o melhor parlamentar da Casa de Epitácio Pessoa. Dra. Paula, segue os passos de Jeová.

 

Briga saudável

 

A presença de três deputados cajazeirenses na Assembléia da Paraíba poderá ser excelente para a cidade. Pelo andar da carruagem, tudo leva a crer que nenhum quer ficar pra trás nas suas ações parlamentares. Pela participação dos três no primeiro dia de sessão, já ficou demonstrada que vão brigar pela “pole position”

 

Uma saída

 

O vereador Jucinério Félix, que está fazendo Oposição Independente, tem dito aos mais íntimos que não haverá a menor hipótese de voltar para os braços de Zé Aldemir e muito menos para o lado de Jeová Campos e menos ainda para o grupo de Carlos Antonio, mas não deixa de vislumbrar e sonhar que sua única saída e refúgio será para Antonio Gobira. Jucinério diz que pode ter muitos defeitos, mas jamais a de falta de caráter.

 

Baixo austral

 

A família Gadelha, uma das mais importantes da cidade de Sousa, tem sofrido inúmeros reveses na sua histórica e imponente vida política. Na última eleição não conseguiu eleger nenhum filho para a Assembléia da Paraíba ou para o Congresso Nacional e para completar, no último dia 19, Buega Gadelha, foi preso pela Operação Fantoche da Polícia Federal , acusado de estar envolvido pela prática de crime contra a administração pública. No final da tarde foi liberado e diz está com as mãos limpas.

 

Fonte: Jornal Gazeta do Alto Piranhas desta sexta – feira 22/02/2019

 

 

 

 

Deixe seu comentário