Menu

PEGANDO FOGO: “COLUNA FAISQUEIRA” Jornal Gazeta do Alto Piranhas desta sexta-feira (11)

Namoro ou amizade?

Dra. Paula (PP), deputada estadual diplomada, poderá fazer parte e ampliar a bancada do governo na Assembléia da Paraíba. Precisa apenas de um sim de Aguinaldo Ribeiro. Como conseqüência, o prefeito Zé Aldemir vai cair nos braços de João Azevedo, o que será, indiscutivelmente, excelente para Cajazeiras, basta ver os exemplos de São José e São João.

 

Boicote?

A possível ida de Dra. Paula para a base do governo teria tido alguma resistência de Jeová e Júnior Araújo, deputados já aliados de João Azevedo. À Dra Paula, segundo se comenta, não teria nenhum interesse na partilha do bolo do poder do governo, mas tão somente uma abertura para futuras parcerias entre os municípios aonde foi votada e o governo do estado. Para ambos (João e Paula), quanto mais deputados, maior é a vitória no painel de votação da Casa de Epitácio Pessoa.

 

Não interessa

Enquanto Jeová e Júnior teriam feito apenas uma resistência, o vereador Rivelino Martins e presidente do PSB de Cajazeiras,  declarou que, além de não interessar, não precisa e nem aceita a “adesão” de Zé Aldemir ao governo de João Azevedo e a possível ida de Dra. Paula para a base do governo é simplesmente desnecessária.  Política é a arte de somar.

 

“Rombão” e rombinho

Nos últimos quatro anos o déficit previdenciário nos estados brasileiros praticamente dobrou e já se aproxima de 100 bilhões de reais e se comparado com o do município de Cajazeiras, que beira os 80 milhões de reais, é praticamente insignificante. Até agora nenhum gestor foi pra cadeia por não pagar a previdência.

 

Marajás?

Segundo declarações do prefeito de Cajazeiras, médico José Aldemir, tem professor ganhando cerca de 14 mil reais. Em sendo verídica a informação, isto representa sete vezes mais do que a média dos professores da Região do Alto Piranhas e mais do que o salário de professores das universidades federais, portadores do titulo de doutor. Segundo assessores da PMC, esse PCCR dos professores vai levar o município à falência e não se vê possibilidade de pagar a folha dentro do mês trabalhado. Vale ressaltar: todos os professores deveriam ganhar mais de 14 mil reais por mês, por que não?

 

Primeiro os meus

Comenta-se que está mais do que claro e evidente: entre Chico Mendes e Marcos Barros, Jeová Campos vai querer indicar o seu primo como candidato a prefeito de Cajazeiras e para que isto aconteça ele seria capaz de se unir ao grupo de Carlos, o mais combatido por ele nas últimas eleições. Marcos Barros que se cuide.

 

Banho de civilização

O prefeito de Cajazeiras, José Aldemir, a exemplo do que fez em junho de 2017, tirou uns dias de férias e foi parar na Rússia e agora vai “beber cultura” na Espanha e Portugal. Viaja como cidadão e acompanhado da família. Depois de 15 dias, retorna com a cabeça cheia de sonhos para fazer de Cajazeiras uma cidade igual a Barcelona ou Lisboa. A esperança de melhores dias faz parte da vida de qualquer cidadão.

 

Estou vivo

O ex-prefeito de Cajazeiras, médico Carlos Antonio, ausente alguns dias da mídia cajazeirense e diante da grande visibilidade dos deputados Jeová e Júnior, deu uma entrevista fazendo duras criticas a gestão do prefeito Zé Aldemir. O ex aliado e hoje “inimigo” político, diz que a gestão de Zé é inoperante, atrasa salários, quebrou o Ipam, as demandas da zona rural não são atendidas e em 2020 vai tomar a prefeitura.

 

Cutucada

O prefeito Zé Aldemir não perde uma oportunidade para dá uma “cutucada” em Carlos Antonio: em uma entrevista, quando da visita à construção dos 300 apartamentos, detonou: “estou indo à Europa como cidadão e não para comprar equipamentos para instalar em prédios públicos”. Ele continua arrancando defuntos e desta vez foi a SAZAKI. Essa briga vai longe.

 

Caso de polícia

Depois de recorrer à justiça, mas até agora não houve nenhuma resposta, o Sindicato dos Funcionários Municipais de Cajazeiras, resolveu APELAR para a Polícia Federal para que o prefeito Zé Aldemir pague o reajuste do Piso Nacional dos Professores, através do Of. 59/2018 de 20 de dezembro de 2018, caso a PF não resolva, só resta agora pedir a João de Deus.

 

Pérolas da radiofonia

Cajazeiras é tida e havida como a “escola do rádio”, mas aqui acolá tem umas verdadeiras pérolas. Um locutor meio apressado amanheceu falando: “em Cajazeiras são seis horas e 32 milímetros” e outro foi mais esperto: “em Cajazeiras são oito horas e 26 reais”. Chuva e dinheiro são o que eles mais gostam. O maior colecionador destas pérolas é o mais famoso radialista de Cajazeiras: o intrépido Big Boy.

Deixe seu comentário