Menu

Polícia prende travesti suspeita de esfaquear ex-jogador Warley em JP

A travesti conhecida como Vitória, presa na manhã desta terça-feira (30) acusada de esfaquear o ex-jogador e dirigente do Botafogo de João Pessoa, Warley, confirmou a imprensa que foi contratada pelo jogador para um programa sexual.

De acordo com a travesti que trabalha nas noites no bairro de Manaíra em João Pessoa, ela se desentendeu com o cliente que não quis pagar o valor combinado do programa. Depois da confusão, os dois acabaram entrando em luta corporal.

“O ex-jogador puxou um canivete e acabei tomando dele. A briga foi dentro do carro e acabei ferindo o rapaz que eu nem sabia que era uma pessoa pública. Levei o celular para compensar o não pagamento do programa,” esclareceu.

O jogador Warley reforça que estava bebendo e parou o carro na avenida Edson Ramalho para descansar. Segundo ele, a travesti o abordou e anunciou o assalto.

Na Delegacia de Roubos e Furtos da capital paraibana, a acusada prestará depoimento na tarde desta terça-feira (30) para detalhar o caso e as acusações do ex-atleta.

CLICKCZ

Deixe seu comentário