Menu

Atlético CZ vence Auto Esporte e encara domingo o Botafogo no perpetão.

A primeira etapa foi equilibrada, mas com o Auto Esporte criando mais chances de gol, enquanto Atlético buscava construir o seu jogo pelas laterais. O Auto se fechou na defesa e explorou os contra-ataques, aproveitando os lançamentos longos de Léo Lima e a velocidade de Dú e Biro Biro. Na primeira chance, Biro Biro recebeu na ponta direita e rolou para Dú, que foi travado no momento da finalização. Depois, Dú e Léo Lima obrigaram Jeferson a fazer boas defesas. O Atlético, contudo, teve a grande chance de abrir o placar, quando Mosquito sofreu pênalti, mas Jorge Mauá desperdiçou batendo para fora.

No segundo tempo, o Atlético voltou eletrizado para o jogo e Mosquito foi o grande nome da equipe, mesmo sem ter marcado gols. O Atlético forçou o jogo pelo lado esquerdo da defesa do Auto Esporte e por ali criou as melhores oportunidades. Já o Auto, insistia em se aproveitar apenas dos contra-ataques e viu o Atlético abrir o placar em cobrança de falta de Cleitinho, que desviou na barreira e ainda contou com falha de Adson para abrir o placar. Na sequência, o Auto Esporte tentou a reação, mas Dú isolou a bola nas duas vezes em que roubou a pelota na defesa do time sertanejo. Duílio fez a massa do Trovão Azul vibrar, aproveitando nova falha de Adson no rebote de chute de Cleitinho, marcando o segundo gol do Atlético. Ainda houve tempo para Fábio Bilica por a mão na bola e dar um pênalti ao Auto Esporte, que descontou com Ítalo.

Estiveram no Perpetão acompanhando o jogo entre Atlético e Auto Esporte um público de 2.315 torcedores para uma renda de R$ 45.650,00.

O Atlético tem ânimo renovado para encarar o Botafogo-PB no próximo domingo (28), às 17h, no Perpetão. Já o Auto Esporte, encara o CSP no Estádio Almeidão, a partir das 16h.

CLICKCZ

Deixe seu comentário