Menu

FAISQUEIRA: Confira “COLUNA FAISQUEIRA” Jornal Gazeta do Alto Piranhas desta sexta-feira(19)

Sobrou dinheiro

O senador pelo Piauí, João Vicente Claudino, teria colocado uma verba com um valor acima de 200 mil reais, para a recuperação do que seriam as instalações do Museu da cidade, que leva o nome de seu avô: Joca Claudino e no último sábado, no programa Questão de Ordem, de Geraldinho, na Rádio Alto Piranhas, o ouvinte João Andrade declarou: “o teto só caiu porque gastaram no máximo 60 mil reais, fizeram uma meia sola e só não aconteceu uma tragédia porque não tinha ninguém dentro do prédio”.

 

O teatro Ica

Comenta-se que o governador Ricardo Coutinho só teria anunciado a inauguração da ampla reforma do Ica, o Teatro da Cidade de Cajazeiras, ao tomar conhecimento da posse de Ubiratan de Assis na Secretaria de Cultura do município. Existe um xodó e uma história de amor entre Bira e o teatro Ica.

 

Caçambada

O empresa que cuida da coleta de lixo do município de Cachoeira dos Índios, teria fechado as portas, depois de acumular dois  meses de atraso pela prestação do serviço. Por enquanto o prefeito da cidade estaria usando uma caçamba para fazer o serviço e a empresa levou uma caçambada na cabeça. Ô safra miserável de gestores que se instalaram em muitas prefeituras da região em 2017.

 

Sobrou na curva

O jumento que descia em desabalada carreira a ladeira do Morro do Cristo Redentor, em Cajazeiras, sobrou numa curva e foi parar em cima do teto de uma casa. Sabiamente, com os cascos, quebrou as telhas e as ripas e caiu dentro da casa, antes dos bombeiros chegaram. Tem outra versão: que ele vinha perseguindo uma jumentinha no seu primeiro cio, louco de amor, cego de paixão, mas sem assédio, que é crime, aí….

 

Sobrou na curva

Enquanto o pobre do jumento esperneava em cima do telhado da casa, um jovem se comunicou com o Corpo de Bombeiros de Cajazeiras e teria ouvido a seguinte resposta: “deve ser o jumento de seu pai” e desligou o telefone, mas os telefonemas se repetiram em abundância e quando os soldados chegaram já não era mais preciso as suas presenças, o jegue, alegre da vida saiu dando pinote nos tabuleiros do serrote.

 

É mentira

Noticia de que membros do diretório do ex PMDB, hoje simplesmente MDB, não estavam aceitando a indicação de José Maranhão como candidato ao governo do estado, o ex-prefeito e ex-deputado Antonio Vituriano de Abreu, citado na noticia, em nota desmentiu que estaria defendendo abertamente o nome de Luciano Cartaxo, mas sim o nome do seu partido, no caso José Maranhão. Mentira tem pernas curtas.

 

Alerta

O Tribunal de Contas do Estado vem avisando aos municípios que só vai permitir a realização do carnaval, patrocinado com o dindim do povo se os servidores estiverem com seus salários em dia. Como a folia será no inicio da segunda quinzena de fevereiro, vai ser dado aquele jeitinho certo de cumprir a orientação do TCE.

 

Posse de Bira

Durante a posse de Ubiratan de Assis como secretário de cultura de Cajazeiras, o vereador Jucinério Félix, líder do governo, em sua fala, disse: “Bira, reúna a classe artística, mas não leve um lenço, leve um lençol porque você só vai ouvir choro”. O prefeito Zé Aldemir quando foi usar da palavra, sequer saudou o vereador Jucinério. Talvez por não ter gostado da sua fala? Terá sido de propósito? Ou esquecimento?

Assédio

Alguns vereadores da situação de Cajazeiras teriam sido assediados por componentes do staff de Ricardo Coutinho para abandonar o barco da administração municipal. Comenta-se inclusive que uma relação de pedidos, para que a mudança seja efetivada, já teria sido posta numa folha de papel. Já dizia Wilson Braga: “o tempero e o sabor da política é a traição”

 

Jogo de xadrez

Todo santo dia tem uma “conversa” diferente sobre a sucessão estadual e a última seria de que Ricardo e Ligia se afastariam do governo e aconteceria uma eleição na Assembléia Legislativa para eleger quem iria substituí-los e o indicado seria João Azevedo que disputaria as eleições investido do mandato de governador. Em política, até jumento voa. Essa façanha de jumento voar, Cajazeiras é pioneira.

 

Engano

Repassaram uma informação errada a secretaria de saúde de Cajazeiras, médica Paula Meireles, que algumas categorias de servidores do município, da área de saúde, eram funcionários federais. Na realidade todos foram concursados pelo município e fazem parte de alguns programas que recebem recursos da União. Dra. Paula, antes de dar uma declaração desta natureza, precisa checar se está correta. Além de não ter ficado bem na “fita”, passa a impressão que não entende nada da gestão de sua pasta. Ou será que tem gente querendo prejudicá-la? É bom ficar de olho.

 

Fonte: Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Deixe seu comentário