Menu

Câmara Municipal de Bayeux arquiva processo de cassação do prefeito afastado Berg Lima; Placar 10 X 7

A Câmara Municipal de Bayeux decidiu arquivar o processo de cassação do prefeito afastado da cidade, Berg Lima. A sessão começou na manhã de sexta-feira (29) e seguiu até a madrugada deste sábado (30).

Por 10 votos a 7, o parecer da Comissão Processante foi acatado. A relatora, vereadora França (Podemos), argumentou que não há provas conclusivas sobre um possível crime do gestor.

Votaram contra a cassação: Jefferson Kita (PSB), França (Podemos), Adriano do Táxi (PSL), Lico (PSB), Netinho (PSD), Guedes (Podemos), Zé Baixinho (PPS), Tenente Ricardo (PP), Uedson Orelha (PSL), Noquinha (PSL). Se posicionaram a favor da cassação: Dedeta (PSD), Luciene de Fofinho (PSB), Cabo Rubens (PSB), Inaldo Andrade (PR), Roni Alencar (PMN), Josauro (PDT) e Betinho (Podemos).

Mesmo com a decisão, Berg Lima não voltará ao cargo de prefeito. Seu retorno pendente de uma determinação judicial.

Relembre o caso

Prefeito de Bayeux, Berg Lima, é preso em flagrante por suspeita de extorsão a fornecedor; veja vídeo

Berg Lima foi preso em flagrante no dia 5 de julho, durante uma operação do Ministério Público e Polícia Civil, quando recebia suposta propina de um fornecedor da Prefeitura de Bayeux para que fossem liberados pagamentos que estavam pendentes.

CLICKCZ

Deixe seu comentário