Menu

Nacional de Patos vence São Paulo Crystal por 4 a 2 e garante classificação para 1ª Divisão do Paraibano

O Nacional de Patos conseguiu vitória de 4 a 2 contra o São Paulo Crystal e garantiu vaga na 1ª Divisão do Campeonato Paraibano em 2018. A partida foi disputada às 16h no Estádio Sílvio Porto, em Guarabira, e válida pela Semifinal da 2ª Divisão do Campeonato Paraibano. Agora, o Nacional de Patos deve enfrentar o Desportiva Guarabira para definir o melhor time do campeonato.

Depois de cinco anos, o Nacional de Patos retorna para a 1ª Divisão do Campeonato Paraibano em grande estilo, já que até agora permanece invicto. A primeira partida da semifinal, realizada em Patos, tinha sido vencida pelo time da casa por 2 a 1.

O primeiro gol saiu logo aos 11 minutos do primeiro tempo depois de uma cobrança de falta do Nacional de Patos. Silva bateu com a perna esquerda na bola que ganhou efeito e foi direto para o fundo da rede.

Logo depois, aos 15 minutos, Bruno Paraíba aproveitou outra cobrança de falta e empatou a partida para o São Paulo Crystal. Emerson rolou para Elton chutar a bola que foi parar dentro da área. Depois de bater nos zagueiros, a bola sobrou para Bruno Paraíba fazer seu gol.

Aos 30 minutos o Nacional de Patos ficou à frente novamente da partida e fez seu segundo gol com Junior Mandacaru. Fábio Bilica falhou feio, mas a bola acabou sobrando para Junior Mandacaru, que não perdoou e chutou para dentro do gol.

No segundo tempo, com muitas emoções, o novo empate do São Paulo Crystal veio aos 23 minutos. Desta vez, Isaías recebeu, virou e com agilidade conseguiu marcar seu gol.

O Nacional de Patos ficou mais uma vez à frente do placar aos 36 minutos do segundo tempo. Depois de uma tabela entre Silva e Jó Boy a bola foi passada para Netinho que chutou forte direto para o gol.

Logo depois do gol o tempo fechou entre os jogadores e o juiz precisou agir expulsando um de cada lado. Silva, do Nacional de Patos, e Kevin, do São Paulo Crystal, receberam cartão vermelho.

Aos 40 minutos a torcida do São Paulo Crystal viu mais um sinal de esperança quando Biro Biro cruzou a área e um zagueiro tirou a bola usando a mão. O árbitro, de olho na jogada, marcou o pênalti. No entanto, Biro Biro cobrou o pênalti e o goleiro Diego defendeu. A jogada rendeu rebote, mas Diego cresceu novamente e não deixou a bola passar.

Já no fim da partida, aos 45 minutos do segundo tempo, o Nacional fez mais um gol para fechar o placar e garantir o acesso à Primeira Divisão. Em um contra-ataque, Carlos Caaporã conseguiu acertar o lance e sacramentar a vitória.

A partida aconteceu sob um clima de muita tensão e foi registrada até mesmo a prisão de um torcedor por disparar um rojão em direção a policiais antes do jogo. Programada para acontecer no dia 13 de setembro no estádio de Cruz do Espírito Santo, a partida foi adiada por um pedido do Nacional de Patos, que temia pela segurança.

CLICK CZ

Deixe seu comentário