Menu

Vereador Marcos Barros defende união no grupo de oposição e não descarta candidatura a prefeito em 2020

Em entrevista na tarde de hoje (29) no programa Rádio Vivo pela Alto Piranhas, o presidente da Câmara Municipal de Cajazeiras Marcos Barros (PSB), falou sobre a sessão de hoje onde será apresentado o parecer do TCE que rejeitou as contas de Léo Abreu e Carlos Rafael, segundo Marcos Barros o parecer será lido na sessão desta terça-feira (29) e a votação deverá acontecer em outra data a ser marcada pela presidência.

Sobre os desentendimentos político entre Carlos Antônio e Jeová Campos (PSB), Marcos Barros disse que o grupo está tendo um prejuízo imenso com duas candidaturas a Estadual ( Jeová Campos e Júnior Araújo) e tendo Federal (Gervásio Maia e Denise Albuquerque), no entendimento do vereador deveria o grupo marchar unido com apenas uma candidatura a estadual e federal.

Diante desse impasse entre Carlos Antônio e Jeová o grupo poderá seguir outro caminho nas eleições de 2020. Marcos Barros não descartou a possibilidade de disputar um cargo na chapa majoritária nas eleições em 2020.

O presidente foi mais além em afirmar que não aceitará imposição dentro do grupo e que acabou essa história do líder tomar as decisões que quem pode ser candidato a prefeito ou vice dentro do grupo.

Segundo Marcos a população já deu o recado na eleição em 2016.

CLICK CZ

Deixe seu comentário