Menu

NA CADEIA: Polícia Civil prende irmã do universitário morto no suposto assalto suspeita de ser mandante do crime; O assassinato seria por herança

Mulher é presa por tramar assalto, mandar matar irmão e planejar morte da família, em JP
Conforme as primeiras informações da polícia, crime na padaria do Jardim Luna foi tramado e teria sido planejado para matar não só o estudante de Veterinária, mas toda a família

Seis pessoas foram presas no caso da morte do estudante Marco Antônio Filho, de 28 anos, baleado na padaria da família no Jardim Luna, em João Pessoa, no dia 4 de junho deste ano. Entre os suspeitos, está a irmã da vítima, que seria a mandante do crime. Os motivos e os detalhes da investigação só serão revelados em entrevista coletiva, que vai ocorrer nesta terça (28), mas o caso pode estar relacionado com disputa por herança.

sasappp

Conforme as primeiras informações da polícia, o crime na padaria foi tramado e teria sido planejado para matar não só o estudante, mas toda a família. Inicialmente, o caso foi tratado como latrocínio, que é o roubo seguido de morte, mas essa hipótese já foi descartada.

Segundo informações apuradas a Polícia Civil, a irmã da vítima teria sido considerada pelas autoridades como ‘a nova Suzane von Richthofen’, em referência ao caso da jovem que mandou matar os pais em 2002 em São Paulo.

Os suspeitos presos estão prestando depoimento e a Polícia Civil está finalizando os detalhes para divulgar para a imprensa.

Nas redes sociais, um dos amigos do estudante morto postou: “Agora acabou o silêncio, crime do nosso amigo Marquinhos elucidado, mandante própria irmã e os executores da bárbara execução presos” (sic).

CLICKCZ com Polemica

 

Deixe seu comentário