Menu

Michel Temer assume Presidência e paraibanos não integram lista de ministros

A
lista de ministros do governo Michel Temer (PMDB), divulgada nesta
quinta-feira (12), não traz o nome de paraibanos. Ao contrário da
Paraíba, o estado vizinho, Pernambuco, conseguiu
emplacar três Ministérios na gestão peemedebista. Até a última
atualização desta reportagem, dois ministérios (Integração Nacional e
Minas e Emergia) ainda não tinha os nomes dos ocupantes definidos. O
PMDB deverá ficar com uma dessas duas pastas e o PSB com outra.
Logo
após ter sido notificado da decisão do Senado Federal, a assessoria do
vice-presidente Michel Temer anunciou os nomes dos ministros que
integrarão o ministério do novo governo.
Temer recebeu a
notificação às 11h25 do senador Vicentinho Alves (PR-TO),
primeiro-secretário do Senado. Antes de notificar Temer, no Palácio do
Jaburu, residência oficial da Vice-presidência, Alves já tinha intimado a
presidente Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto.

Confira:

Fazenda
Henrique Meirelles
Planejamento
Romero Jucá (PMDB)
Desenvolvimento, Indústria e Comércio
Marcos Pereira
Relações Exteriores (inclui comércio exterior)
José Serra (PSDB)
Programa de Parcerias e Investimentos
Moreira Franco (PMDB) (secretario-executivo)
Casa Civil
Eliseu Padilha (PMDB)
Secretaria de Governo
Geddel Vieira Lima (PMDB)
Secretaria de Imprensa
Marcio Freitas (não é ministério)
Secretaria de Segurança Institucional (inclui Abin)
Sérgio Etchegoyen
Educação
Mendonça Filho  (DEM)
Saúde
Ricardo Barros (PP)
Justiça e Cidadania
Alexandre de Moraes
Agricultura
Blairo Maggi (PP)
Trabalho
Ronaldo Nogueira (PTB)
Desenvolvimento Social e Agrário
Osmar Terra (PMDB)
Meio ambiente
Sarney Filho (PV)
Cidades
Bruno Araújo (PSDB)
Ciência e Tecnologia e Comunicações
Gilberto Kasssab (PSD)
Transportes
Maurício Quintella (PR)
Advocacia-Geral da União (AGU)
Fabio Medina
Fiscalização, Transparência e Controle (ex-CGU)
Fabiano Augusto Martins Silveira
Defesa
Raul Jungmann (PPS)
Turismo
Henrique Alves (PMDB)
Esporte
Leonardo Picciani (PMDB)
Minas e Energia
entre PMDB e PSB
Integração Nacional
entre PMDB e PSB

Clickcz com G1

Deixe seu comentário