Menu

Anulação: em ofício ao Senado, Waldir revoga o próprio ato

Em novo ofício encaminhado ao presidente do Senado, Renan Calheiros
(PMDB), o presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), recuou
no fim da noite de ontem (9) do ato que anulou a sessão de votação do
processo de impeachment.

Em quatro linhas e sem maiores
explicações ou justificativas, Waldir apena assinala que recuou de seu
ato. “Revogo a decisão por mim proferida”, escreveu Maranhão.
A decisão foi confirmada pela assessoria de imprensa do parlamentar maranhense, segundo noticiou o jornal Folha de São Paulo.

Pela
manhã, o ato de Waldir pela anulação da votação do impeachment mereceu
reação imediata de líderes partidários e negativa formal do Senado, que
decidiu continuar o processo de impeachment no Senado, considerando a
decisão do presidente interino intempestiva e um ato de “brincadeira com
a democracia”.

G1

Deixe seu comentário