Menu

Chikungunya nas prefeitas Denise e Claudia Dias, mudança na escolha do vice em Cajazeiras e a penúria do Atlético estão na Faisqueira do Gazeta. Veja!

Chikungunya atinge o poder
A febre chikungunya, chamada em português de febre chicungunha, é uma doença provocada por um vírus, que apresenta sintomas semelhantes aos da dengue, tais como febre alta, dores pelo corpo, dor de cabeça, cansaço e manchas avermelhadas pelo corpo, pôs no estaleiro esta semana as prefeitas de Cajazeiras, Denise Albuquerque e Claudia Dias de Monte Horebe.

Chikungunya atinge o poder 2
Quem também ficou no estaleiro foi o presidente da Câmara Municipal de Cajazeiras, vereador Nilson Lopes Meireles, além dos vereadores Ivanildo Dunga e Neto da Vila Nova, enquanto isto, o HRC, o HUJB e os postos de saúde não estão dando conta da demanda da doença provocada pelo terrível mosquito Aedes Aegyptie.

Novidade
A prefeita de Cajazeiras, Denise Albuquerque, em entrevista prestada a imprensa, na última segunda-feira, admitiu pela primeira vez a possibilidade de discutir outro nome para ser o seu companheiro de chapa na disputa para a prefeitura de Cajazeiras.

Caldo engrossando
A possibilidade de Guia da Farmácia ser a candidata a vice-prefeita, na chapa de Alan (PSB), em Cachoeira dos índios, além de reunir todas as oposições do município, o caldo da feijoada política fica com mais substância e aumenta a possibilidade de vitória contra a chapa de Bodinho. O maior interessado nesta disputa é o governador Ricardo Coutinho, que deseja ver o candidato de seu partido vitorioso.

Marcha dos vereadores
A Marcha dos Vereadores que tem como slogan: Legislativo Forte por um Brasil Municipalista, em sua XIV edição acontece no dias 26, 27, 28 e 29 de abril de 2016, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, na Capital Federal, proporcionará capacitação e contribuirá com a transferência de
conhecimentos sobre as prerrogativas do poder legislativo, o papel do vereador na sociedade com a inteiração com temas nacionais, como sustentabilidade, análise do cenário econômico nacional com impacto nos municípios, reforma eleitoral. A Câmara Municipal de Cajazeiras está sendo representada pelos vereadores Marcos Barros, Neguin do Mondrean, Alysson do Violão e Lindemberg.

Homenagem
Depois de dez anos de sua morte, o radialista Damião Joaquim, terá sua imagem imortalizada no bronze, numa praça que leva o seu nome. Djota, como era popularmente conhecido, é a voz que ainda ecoa nos campos e na cidade em defesa de uma sociedade mais justa, que tornava a vida entre os humildes mais solidária e fraterna.

Medo de arrepiar
Existe um grande temor, entre alguns cajazeirenses, de que o impeachment de Dilma, poderá trazer grandes prejuízos para a cidade, depois que a “República Paulista” se instalar no poder, a exemplo da verba para o Hospital Universitário e o concurso público para o HUJB.

Mede de arrepiar
Todos têm a mais absoluta certeza que as verbas ficarão mais concentradas nos estados do sul e sudeste e que a política adotada por Lula, de diminuição das disparidades regionais, vai ser ampliada e a miséria voltará com mais intensidade nos grotões nordestinos.

Tempos difíceis
Alguns sonhos do povo de Cajazeiras poderão ser adiados diante da crise econômica em que vive o país: mais atraso na transposição das águas do Rio São Francisco, ramal da Transnordestina, recuperação sanitária das águas do Açude Grande e a malha asfáltica para o Distrito de Engenheiro Ávidos.
A penúria do Atlético de Cajazeiras
O sofrimento dos torcedores do Atlético de Cajazeiras é sem fim. Os jogadores, que estariam com salários atrasados resolveram viajar para João Pessoa, para cumprir jogo da tabela, só depois que recebessem os salários atrasados.

A penúria do Atlético de Cajazeiras 2
Como deveriam sair de Cajazeiras um dia antes, só resolveram viajar no dia do jogo, num micro-ônibus, com previsão de chegada na capital do estado na hora do inicio do jogo. A primeira parcela do Gol de Placa, que deveria servir para atualizar a folha dos jogadores não se tem noticia onde foi parar.

TV Diário do Sertão