Menu

Confira a Faisqueira desta sexta – feira do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Sem peru na
mesa
Os comissionados da
prefeitura municipal de Cajazeiras, a exemplo do ano passado, serão exonerados
no mês de dezembro, conforme anunciou em entrevista na Rádio Alto Piranhas na
última terça-feira, dia 17, a
prefeita Denise Albuquerque, isto significa que os barnabés não terão peru na
ceia de Natal.
Triste
Nesta mesma entrevista
Dra. Denise externou a sua tristeza com a exoneração da vereadora Léa Silva da
Casa Civil e disse que não havia motivos para o governador agir desta maneira,
mas que teria sido “levado” pelo “fogo amigo” e pelas redes sociais. Disse
ainda que Léa era uma grande companheira, fiel e aliada de todas as horas.
Amigo leal
Dra. Denise foi mais
além e disse que o seu vice-prefeito, Júnior Araújo é um amigo leal e que tem
ajudado muito ao governo. Vale lembrar que a causa que teria provocado a
exoneração de Léa foi a postagem em uma rede social de uma mensagem “de
conforto”, por Júnior ter “perdido” o contrato dos serviços de hemodiálise do Hospital
Regional de Cajazeiras.
Amigo leal 2
 Denise ao abraçar
Léa e Júnior não quer nem saber da reação do governador Ricardo Coutinho e
muito menos se ele vai ou não subir em seu palanque, em 2016, caso Júnior
Araújo seja seu companheiro de chapa e se assim procedesse, Ricardo cometeria
uma ingratidão sem tamanho com Denise e esqueceria com rapidez a retumbante
vitória que o grupo lhe deu em 2014.
Retorno
Declarou ainda a Dra.
Denise que os vereadores, que estão ocupando cargos de confiança no governo do
municipal, serão exonerados, fato que deixou os suplentes com um gostinho na
boca de “quero mais”, mas nada que impeça que os mesmos se sentem à mesa farta
da prefeitura para partilhar das benesses do poder, principalmente, em 2016,
que é um ano de eleição.
Ausente
Circulou nos bastidores
que a prefeita Denise, muito embora estivesse em João Pessoa, não
participou das negociações com o governador Ricardo Coutinho, para a indicação
do nome do substituto da vereadora Léa Silva da Casa Civil. Não se sabe o
verdadeiro motivo: se estava com agenda cheia ou por não “engolir” a demissão
de sua amiga Léa Silva.
Muito estanho
O secretário de
segurança pública da Paraíba, em entrevista coletiva prestada à imprensa de
Cajazeiras, achou estranho o prestígio que tinha o “bandido” Marcos Aleijado
nesta cidade, ao ver as imagens com o tanto de gente que participou do seu
velório e sepultamento.
Muito estranho
2
Nesta mesma entrevista
disse que as “leis só favorecem aos bandidos” e que a policia estava fazendo a sua
parte: prendia os bandidos, mas logo em seguida eram liberados e declarou ainda
que o sistema carcerário está falido, mas não apresentou nenhum plano efetivo
de combate à violência, principalmente em Cajazeiras e Sousa, que este ano já
mataram 29 pessoas.
Adutora pra que
A adutora que está
sendo concluída para levar água do açude Lagoa do Arroz para a cidade de São
João do Rio do Peixe, dificilmente será utilizada este ano. Os órgãos que
gerenciam o sistema de abastecimento de água no estado teriam descartado
qualquer possibilidade de liberar água, não ser que chova no mês de dezembro e
que o açude aumente o seu volume de água.
Adutora pra que
2
A situação de
Cajazeiras é a mesma de São João do Rio do Peixe, cuja adutora que liga o
manancial à zona norte da cidade, já está quase pronta, mas não vai ter direito
a bombear água para suprir as deficiências da quantidade de água que vem do
sistema de Boqueirão de Piranhas. Lagoa do Arroz está apenas com 7% de sua
capacidade, que se tirado o volume morto representa apenas 3,5%,
ou seja, 2.500.000 m³.
Adutora pra que
3
Acudir Cajazeiras e São
João do Rio do Peixe iria complicar a vida dos habitantes de Santa Helena e Bom
Jesus, que juntos consomem mensalmente, incluindo a evaporação, cerca de 300
mil metros cúbicos. Estas duas cidades ainda não estão fazendo racionamento de
água, esquecendo a previsão de que em 2016 será um ano de poucas chuvas. 
Jornal Gazeta
do Alto Piranhas edição desta sexta feira 20/11/2015