Menu

ASSASSINO FRIO: Ex-namorado diz que deu banho e maquiou dançarina após matá-la – VEJA VÍDEOS

Anderson Rodrigues Leitão, 27 anos, conversou com o G1 na
quarta-feira (4), na carceragem do 95º DP, e deu detalhes do que fez com
o corpo ex-namorada Ana Carolina Vieira, 30 anos, durante os dois dias
em que ficou com ela morta. Ele afirmou que a maquiou, deu banho no
corpo dela e usou incenso para esconder o mau cheiro. À polícia, ele
confessou ter cometido o crime por estrangulamento na noite desta
segunda-feira (2), no apartamento em que ela morava no Sacomã, na Zona
Sul de São Paulo.
Ele foi levado inicialmente ao 91º DP e transferido nesta quinta-feira
(5) para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pinheiros. “Coloquei
incenso e ventilador para tirar o cheiro. Tinha recebido uma ligação da
portaria falando que o cheiro estava forte, aí coloquei o incenso para
disfarçar.”

Anderson disse que “cuidou” do corpo da ex-namorada morta. “Arrumei
ela, banhei ela, maquiei ela, deixei ela normalzinha, sabe? Já trabalhei
como representante de uma marca de cosmético, aí fiz a maquiagem dela,
deixei ela toda arrumada, sabe, cara? Isso foi por volta das seis a sete
horas da noite de segunda-feira”. Segundo a polícia, o corpo da vítima
estava com calcinha, camiseta de alça, uma blusa, deitado na cama e
coberto.

Durante os dois dias em que a dançarina ficou morta no apartamento,
Leitão ainda conseguiu pensar em organizar o local. “O quarto estava
meio bagunçado, arrumei todo o quarto, arrumei a casa inteira. Aí eu
tinha comprado um veneno de rato para morrer, mas o veneno não surtiu
efeito. Queria morrer ali do lado dela. A minha intenção não era só
tirar a vida dela. Quando vi o que aconteceu não queria mais viver sem a
pessoa que eu amava.”
Leitão foi preso na mesma rua do apartamento onde matou a ex-namorada,
horas depois de o corpo dela ter sido encontrado. Câmeras de segurança
do prédio mostram ele entrando no edifício por volta de 3h da madrugada
de domingo (1º) e deixando o local na quarta às 10h24, mais de três dias
depois. Segundo o boletim de ocorrência, o corpo de Ana Carolina foi
encontrado às 10h37.

As imagens mostram que o ex-namorado foi autorizado a entrar no
prédio. Ana Carolina havia terminado o namoro com ele havia dois meses,
segundo a família dela, e nos últimos dias reclamava que o ex-namorado a
perseguia.

Ana Carolina fazia trabalhos como modelo, havia participado do
concurso “Balé do Faustão” e chegou a trabalhar como dançarina
temporária da banda Aviões do Forró.

A dançarina havia mandado mensagens para a família pelo celular
alertando sobre ameaças de morte vindas do ex-namorado. “Ele disse que
ia me matar, que ia me esquartejar”, disse a vítima em uma gravação.

Em outras mensagens, Ana Carolina chora ao falar que vinha sendo
perseguida. “Não aguento mais o Anderson me ligando, cara, ai meu Deus.
Isso é uma tortura. Eu não sei mais o que fazer, eu não sei mais pra
quem pedir”, disse em outra mensagem.

Deixe seu comentário