Menu

Morre aos 115 anos idosa mais velha da Paraíba.Ela nasceu em São José de Piranhas

Faleceu na noite desta sexta-feira (21) na cidade de Cajazeiras a mulher mais velha da Paraíba Dona Léo que tinha 115 anos e completaria 116 este ano.
Leodegária Cavalcanti, “Dona Leó”, nasceu em 1899 em São José de Piranhas, e há três anos morava na casa de familiares em Cajazeiras no bairro de Capoeiras.
Em plenas faculdades mentais ela adorava conversar, realiza caminhada em casa com a ajuda de pessoas e que podia freqüentava à missa aos domingos.
Entre as histórias preferidas de “Dona Leó”, está o relato da passagem do bando de Lampião pelo sítio onde morava.
Ela conta que precisou se esconder dos “cabras de Virgulino” em um matagal.
Um dos segredos da receita da longevidade é nunca ter se casado.
Apesar de ter sido noiva, a centenária sertaneja é solteira, embora não falte carinho dos quase 60 sobrinhos.
Todos os anos, no aniversário, Leodegária gostava de comemorar a data na sua cidade natal em são José de Piranhas.

Dona Léo será sepultada as 16 horas na cidade de São de Piranhas.

Deixe seu comentário