Menu

Acusados de asssassinar filha de PM em Cajazeiras permanecem presos

Os dois suspeitos de assassinar a jovem Michele Amorim, 26 anos, que
foi encontrada morta na última segunda-feira (10), num matagal no Bairro
Mutirão, vão permanecer presos no Presídio Regional de Cajazeiras.

A determinação foi da Juíza plantonista da Comarca de Cajazeiras Dra.
Silse Maria, busca com essa medida manter os dois suspeitos Igor Stray
Ramos Pereira conhecido pelo apelido de Quebrado, 38 anos, e José de
Sousa da Silva o Pezão, 32 anos presos até que a polícia conclua as
investigações. Eles tiveram suas prisões decretadas no mesmo dia do
crime.

A determinação Judicial foi entregue no Presídio Regional no início da tarde desta quarta-feira (12).
A jovem assassinada possivelmente por estrangulamento era filha do sargento J.Costa lotado no 14º BPM em Sousa.

Deixe seu comentário