Menu

Acaba ou não? Professores da UFCG de Cajazeiras podem decidir continuar em greve

A vice-presidente da ADUC(Associação dos docentes e universitários de Cajazeiras), professora Mariana Moreira disse nesta terça-feira(30) em entrevista que haverá uma assembleia nesta quarta(01)  para avaliar a proposta que foi apresentada pelo governo federal de 21,3%.

Segundo Mariana Moreira, o reajuste não atende a reinvindicação da categoria e que a proposta do movimento é de 27% pago por completo. Ainda de acordo com a professora, o comando de greve deverá não aceitar este aumento.

A assembleia acontecerá nesta quarta-feira(01) às 14 horas na sede da ADUC no Campus da UFCG.












Entenda o aumento

Os servidores públicos federais foram pegos de surpresa com o anúncio pelo governo do índice de reajuste salarial de 21,3%, em quatro anos até 2019. Ainda atônitos, um dia depois da divulgação, indignados, classificaram a oferta de “indecorosa”. Eles reafirmam a intenção de manter o aumento pleiteado pelo conjunto do funcionalismo, de 27,3%, já em janeiro de 2016, e prometem exacerbar ainda mais os atos de protesto em todo o país. Nos cálculos do corrosômetro do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal) – indicador criado para computar perdas salariais -, a queda no poder aquisitivo, que já estavam em 20%, desde 2010 até 2015, vai saltar para 22,8%, ao final de 2019.

ClickCZ

Deixe seu comentário